Educação em valores morais no ensino fundamental: juízos de professoras sobre a virtude da justiça

Leandra Lúcia Moraes Couto, Heloisa Moulin de Alencar, Marcelo Menezes Salgado

Resumo


Investigamos os juízos de professoras de ensino fundamental acerca do valor moral da justiça. Realizamos entrevistas, semiestruturadas, com seis professoras de uma escola municipal de Vitória, ES. Os dados foram analisados com base na teoria piagetiana e na sistematização proposta por Delval. A maioria dos exemplos de injustiça mencionados trata da injustiça social, e os de justiça aborda a igualdade. Grande parte das entrevistadas considera um dever ensinar a justiça, bem como justifica tal afirmação pela função da escola. Todas as docentes ponderam que o professor deve tomar uma atitude quando um aluno não respeita uma regra. Com relação à atitude que o professor deve tomar, obtivemos respostas que abordam um encaminhamento do problema ocorrido. Por meios dos dados, verificamos que a concepção de justiça das participantes possui características da moral autônoma. No entanto, questionamos se as práticas das docentes favorecem o desenvolvimento de indivíduos autônomos.


Palavras-chave


Educação em Valores Morais; Teoria Piagetiana; Justiça; Ensino Fundamental; Concepção de Professores.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i35.3372

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000