Recicladores/as de histórias, catadores/as de sorrisos

Daiana Schwengber, Delmar Bizani, Maria de Lourdes Borges, Jáder da Cruz Cardoso

Resumo


O artigo tem por objetivo compartilhar a experiência da organização de uma exposição fotográfica realizada com catadores/as de resíduos sólidos da Região Metropolitana de Porto Alegre, RS. As pessoas em geral não conhecem o trabalho realizado pelo catador/a e também não associa a sua atividade como algo digno, que gere renda e que possibilite qualidade de vida e inclusão social. Os/As catadores/as são sujeitos invisibilizados pela sociedade e estigmatizados pelo trabalho que realizam com o ‘lixo’. Para a organização da exposição, convidou-se um fotógrafo voluntário que registrou o trabalho realizado em quatro cooperativas de reciclagem pós-consumo. Com as imagens selecionadas pela equipe a exposição foi constituída. O sucesso com o público, evidenciado por meio do número e da reação dos visitantes, da aprovação dos/as catadores/as, bem como a sua apresentação em diversos espaços como empresas, escolas e eventos, podem ser indicativos do resultado positivo da exposição.


Palavras-chave


Catador; Reciclagem; Economia Solidária; Exposição Fotográfica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i27.3328

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000