A RECICLAGEM NO MUNICÍPIO DE ROLÂNDIA-PR: CONSCIENTIZAÇÃO É POSSÍVEL

Edcyr Iankoski Betanim, Cesar Aparecido da Silva

Resumo


O presente artigo teve como objetivo realizar um diagnóstico sobre a reciclagem na cidade de Rolândia, Estado do Paraná. Constatou-se que os resíduos orgânicos, cerca de 920 toneladas/mês, são coletados manual e mecanicamente com destino ao Aterro Sanitário Municipal. Já os demais resíduos passíveis   de reciclagem, cerca de 50 t, coletados por empresa terceirizada, são destinados a Associação de Recicladores de Resíduos de Rolândia, que atua no próprio aterro e se incumbe de concluir o processo, gerando renda aos mesmos. No entanto, ainda há muito a ser feito para melhorar a gestão de resíduos   na cidade, como, por exemplo, implantar uma gestão integrada de resíduos e, assim como alternativas  de disposição dos resíduos orgânicos. Além disso, é importante o desenvolvimento de projetos voltados à conscientização da população para a reciclagem, dando ênfase inicialmente à rede escolar, como o Projeto Se Liga, Recicle, que tem como objetivo capacitar os alunos a fazer a separação do  lixo orgânico dos resíduos seletivos, buscando conscientizá-los sobre a importância de preservar o meio ambiente, tornando-os, pois, multiplicadores de consciênciaambiental.

 


Palavras-chave


Resíduos Sólidos; Educação Ambiental; Conscientização.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1981-8858.16.30

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.