ÍNDICE DE QUALIDADE DA ÁGUA NA MICROBACIA DO RIO CAIÇÁ, NO PERÍMETRO URBANO DE SIMÃO DIAS/SE

Andreia Reis Fontes, Ariovaldo Antonio Tadeu Lucas, Márcia Eliane Silva Carvalho

Resumo


Ao longo da história, as cidades que mais prosperaram economicamente e desenvolveram civilizações foram as que possuíam considerável disponibilidade de recursos hídricos e eram cercadas por importantes rios. No entanto, os dias atuais revelam que muitas vezes isto se transformou numa fonte inesgotável de problemas ambientais. Nessa perspectiva, a cidade de Simão Dias é um exemplo dessa realidade. O perímetro urbano simãodiense, inserido na microbacia do rio Caiçá, é responsável pelo lançamento de efluentes domésticos e pressões antrópicas no curso fluvial. Com base nisto, o presente estudo teve como objetivo avaliar a qualidade hídrica no trecho urbano da referida microbacia. A metodologia utilizada na pesquisa se baseou no Standard Methods for the Examination of Water and Wastewarter (APHA, 2005) e no Índice de Qualidade da Água (IQA), no qual a somatória de nove parâmetros resultam na classificação dos aspectos qualitativos do recurso. Os resultados apontaram que as pressões antrópicas (urbanização, presença do matadouro público, que corresponde ao local de abate de animais, degradação da vegetação ciliar, uso inadequado do solo e despejo de afluentes domésticos), exercem influência negativa sobre o rio Caiçá, comprometendo a qualidade do corpo hídrico, representado pelo IQA, que classificou o recurso como ruim, evidenciando, portanto, a necessidade de ações efetivas no tocante à gestão hídrica em âmbito local.


Palavras-chave


Microbacia; Pressões Antrópicas; Qualidade Hídrica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v11i2.3170

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.