AVALIAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS: ESTUDO DE CASO EM UM CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO

Daniel de Lima Lopes, Robson Mendes Nolasco, Izabel Cristina de Matos Andrade, Sérgio Ricardo Magalhães

Resumo


O estudo teve como objetivo analisar a implementação e operação do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) em um Consultório Odontológico em Belo Horizonte, Minas Gerais, verificando se as atividades realizadas estão em conformidade com as normas ambientais vigentes, a fim de salientar a importância do correto manuseio e destinação dos resíduos, para impedir impactos ambientais na sociedade. O consultório possui uma estrutura moderna, bem sinalizada e a equipe de funcionários está preparada para lidar com a correta separação e destinação de cada um dos materiais. Para que o correto gerenciamento dos resíduos ocorra, é  imprescindível reconhecer cada um dos cinco grupos segundo a RDC ANVISA 306/2004 (BRASIL, 2004). O gerenciamento de resíduos de saúde de forma inadequada pode gerar graves danos à saúde de quem os manipula e impactos ambientais. No que se refere o gerenciamento de resíduos sólidos utilizado no consultório odontólogico em questão, constatou-se um planejamento eficiente e está funcionando de acordo com as leis vigentes.

Palavras-chave


Legislação Ambiental; Gerenciamento de Resíduos Sólidos; Consultório Odontológico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/cippus.v9i1.7693

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9032

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000