DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE POSTOS DE COMBUSTÍVEIS EM PROCESSO DE REMEDIAÇÃO DE ÁREA CONTAMINADA NO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE

Mayra Ferreira dos Santos, Janice Hamm, Fernanda Siqueira Souza

Resumo


Os comércios varejistas de combustíveis possuem serviços essenciais a população, entretanto essas atividades são altamente poluidoras. Qualquer vazamento em tanques de combustíveis pode causar contaminação na água e solo subterrâneos, necessitando de técnicas eficazes de descontaminação, a fim de minimizar, ao máximo, os impactos ambientais. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo apresentar um diagnóstico ambiental em postos de combustíveis localizados na cidade de Porto Alegre – RS que estão em processo de remediação de área contaminada e um estudo sobre as principais técnicas de remediação. Para atingir o objetivo proposto, o trabalho foi estruturado em 3 etapas, sendo: (i) coleta de dados; (ii) análise e diagnóstico ambiental; e (iii) mapeamento dos métodos de remediação. Conforme os dados coletados, dos 380 postos de combustíveis da cidade de Porto Alegre, 242 são classificados como área não contaminada, equivalendo a 63,68% e 49 estão em processo de remediação ativos, 12,89%. Posteriormente, foram avaliados os métodos de descontaminação mais utilizados, dando ênfase aos processos oxidativos avançados. A partir dos artigos consultados foi possível evidenciar uma lacuna na literatura, na qual não foi evidenciado estudo comprovando a eficiência dos processos oxidativos avançados aplicados em postos de combustíveis.


Palavras-chave


Postos de Combustíveis. Remediação. Processos Oxidativos Avançados.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/cippus.v9i1.8217

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9032

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000