Gravuras no cotidiano Europeu: séculos XV e XVI

Flavia Galli Tatsch

Resumo


As gravuras se configuraram como uma importante e significativa media para as sociedades europeias nos séculos XV e XVI; responsáveis, entre outros meios, pela circulação dos pensamentos, das atitudes e dos elementos iconográficos, tanto entre as classes média e alta quanto entre um vasto público popular. A multiplicidade dos temas impressos oferecia, a um público heterogêneo, a possibilidade de combinar diversos assuntos de uma forma desconcertante, assim como proporcionava diversos usos e funções.

Palavras-chave


Gravuras; Séculos XV e XVI; Recepção; Usos; Cultura visual

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1152

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000