August Strindberg, Eduardo Tolentino e o grupo Tapa: Atualizações cênicas e históricas acerca do tema da desigualdade

Rosangela Patriota Ramos

Resumo


Este artigo escrito na interface dos diálogos entre história e teatro propõe discutir questões contemporâneas a partir da encenação da peça Camaradas (August Strindberg) pelo grupo teatral Tapa, sob a direção de Eduardo Tolentino de Araújo, em 2006. A fim de evidenciar as possibilidades estabelecidas pela relação entre história e estética, esta perspectiva de trabalho busca ampliar, a partir de heranças culturais estabelecidas, o campo de investigação da História Cultural.

Palavras-chave


História; Teatro; História Cultural; Grupo Teatral TAPA; August Strindberg

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1344

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000