Poder político e empreguismo no “Governicho”: analisando alguns documentos do acervo de João de Barros Cassal

Rejane Silva Penna

Resumo


O Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (AHRGS) guarda importantes acervos documentais, entre eles, o Arquivo Particular de João de Barros Cassal, jornalista sul-riograndense, diretor do jornal A Federação, chefe de polícia do Rio Grande do Sul entre 1889 e 1892 e membro da Junta Governativa Gaúcha no chamado “Governicho”. Nesse período, deu-se a  constitução do acervo, o qual não contém documentos pessoais, mas registros de ações diretamente relacionadas às atividades de Barros Cassal na vice-governança do Estado. Descreve-se aqui, as operações do novo arranjo do Arquivo Particular João de Barros Cassal, após seu recebimento pelo AHRGS e reflete-se, a partir de alguns dos documentos, sobre a nociva, atual e freqüente tentativa de fincar alicerces para fortalecer e ou perenizar estruturas de poder através da formação de uma rede de apoio baseada na concessão de cargos públicos.

 


Palavras-chave


Arquivo Particular de João de Barros Cassal; Fontes Históricas; Rio Grande do Sul; Política

Texto completo:

EM PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/160

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000