O historiador da arte como agente e responsável da conservação da obra artística

Raquel Lacuesta Contreras

Resumo


Historiador da Arte ou Historiador da Proteção e Conservação do Patrimônio Cultural (urbano e rural, imóvel ou móvel) são dois termos que não se podem considerar como antagônicos ou diferentes, ainda que a historiografia reflita uma tendência à especialização. Nesse sentido, o Historiador de Arte deve erguer-se como agente corresponsável pela conservação da obra histórica e artística em geral, com base em sua formação acadêmica, que deveria compreender, não só a história e evolução dos fenômenos artísticos, como também os aspectos jurídicos, legais, urbanísticos, etc., que afetam ou podem afetar diretamente a proteção – ou desvalia – do patrimônio edificado e do patrimônio móvel.

 


Palavras-chave


História da Arte; Historiador da Arte; Bens Móveis e Imóveis; Patrimônio Histórico; Conservação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1981-7207.16.27

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000