Canottieri Ducca degli Abruzzi (1908-1963): a nacionalização do ‘Clube de Remo dos Italianos’ em Porto Alegre

Janice Zarpellon Mazo, Tiago Oviedo Frosi

Resumo


O Club Italiano Canottieri Ducca degli Abruzzi foi fundado pelos imigrantes italianos e seus descendentes em 1908, na cidade de Porto Alegre (RS). Esta associação esportiva era identificada como o “Clube de Remo dos Italianos”, pois além de privilegiar a prática do remo, constituiu-se durante um longo período de tempo, em espaço de afirmação de uma identidade cultural dos italianos. Após três décadas da sua fundação, o clube sofreu um forte abalo na sua identidade cultural, devido ao ‘abrasileiramento’ dos clubes esportivos. Esse estudo tem como objetivo compreender como ocorreu o processo de nacionalização do Canottieri Ducca degli Abruzzi no início da década de 1940, em Porto Alegre. As fontes impressas consultadas indicam que o Canottieri ofereceu, inicialmente, resistência à campanha de nacionalização imposta durante o Estado Novo (1937-1945). Entretanto, mudou o nome para “Clube de Regatas Duque de Caxias”, em 1942, também em razão dos acontecimentos decorrentes da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Além disso, os livros de Atas, os relatórios e demais documentos do clube passaram a ser redigidos em língua portuguesa. O “italiano” não poderia mais ser empregado na comunicação entre os associados do clube.


Palavras-chave


Clube de Remo dos Italianos; Identidade cultural; Nacionalização

Texto completo:

EM PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i4.3942

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000