A coleção de ‘Magia Negra’ e o Terreiro da Casa Branca: cultura (i) material, patrimônio e decolonialidade

Sabrina Fernandes Melo

Resumo


Este artigo objetiva discutir as políticas de patrimônio no Brasil, a partir dos anos de 1930, vinculadas ao binômio arte e política, explorando principalmente o tombamento da coleção de ‘Magia Negra’ do Museu da Polícia Civil do Rio de Janeiro em 1938 e o tombamento do Terreiro da Casa Branca do Evangelho Velho em 1986. A tentativa é analisar estes dois processos de tombamento, localizados em espaços temporais distintos e relacionados à cultura (i)material afro-brasileira e às discussões sobre decolonialidade.


Palavras-chave


Coleção de ‘Magia Negra’; Terreiro da Casa Branca; Cultura (i) Material; Patrimônio; Decolonialidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i35.6424

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000