COMUNIDADE ICTIOPLANCTÔNICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BACANGA NA CIDADE DE SÃO LUÍS, BRASIL

Rafael Diego Barbosa Soares, Marco Valério Jansen Cutrim, Paula Cilene Alves da Silveira

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido na bacia hidrográfica do rio Bacanga, no período de abril de 2012 a fevereiro de 2013, sendo estabelecidos seis pontos de coleta, com o objetivo de caracterizar o ambiente e a comunidade ictioplanctônica. Para tanto, foram realizadas medições de parâmetros físico-químicos da água. As amostras do ictioplâncton foram coletadas em arrastos horizontais com auxílio de rede de plâncton cônico-cilíndrica com malha de 300 μm. Foi calculada a densidade especifica para as larvas de peixe, e os dados bióticos e abióticos foram inter-relacionados estatisticamente. Os ovos e as larvas estiveram presentes em todos os meses de amostragem. As larvas de peixe da bacia em estudo apresentaram um padrão espacial de influência marinha, sendo que os pontos de coleta próximo à foz do rio são ambientes importantes utilizados como locais de desova e desenvolvimento inicial, funcionando como um berçário para algumas espécies de peixes marinhos.

Palavras-chave


alterações ambientais; ovos e larvas de peixes; potencial pesqueiro

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1435

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.