ANÁLISE DO USO DE DADOS MODELADOS DE TRÁFEGO PARA AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO À POLUIÇÃO VEICULAR: UM ESTUDO DE CASO

Giovana Iara Ferreira Moser Toledo, Adelaide Cassia Nardocci

Resumo


O município de São Paulo tem cerca de 6 milhões de veículos que são a principal fonte de emissão de poluentes atmosféricos, sendo um importante problema de saúde pública. O objetivo foi avaliar o uso dos dados de tráfego obtidos pelo EMME-2 para a avaliação da exposição da população à poluição veicular. O número de veículos nas vias foi simulado com o EMME-2 e para o cálculo das concentrações de CO, NOx e PM10 foi usado o modelo CALINE-4. Os resultados encontrados evidenciam gradientes nas concentrações dos poluentes veiculares no centro expandido da cidade de São Paulo e reforçam a importância da realização de estudos mais detalhados da exposição da população. Além disso, foi possível identificar áreas críticas de poluição na região estudada e avaliar a contribuição por tipo de veículo. Essas informações são importantes para o gerenciamento do tráfego e adoção de políticas públicas. No entanto, o estudo também mostra a necessidade de melhoria no levantamento das informações necessárias tanto para a entrada dos modelos como também para calibração e validação dos resultados.


Palavras-chave


CALINE-4; avaliação da exposição; tráfego; São Paulo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/234

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.