ESTUDO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS DO RIO MAROMBAS (SC/BRASIL), UTILIZANDO PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS E BIOENSAIOS.

Beatriz Garcia Mendes, Dilma Budziak, Joni Stolberg, Zilma Isabel Peixer, Juliana Bastos Dalmarco, Edesio Luiz Simionatto, Rozangela Curi Pedrosa, Karina Bettega Felipe, Juliano Ogawa, Camilo Pegoraro, Larissa Scheffer, Marcos Renan Besen, Leonardo Jonathan G. Gomes de Oliveira, Reginaldo Geremias

Resumo


O presente trabalho propôs realizar estudos preliminares de avaliação da qualidade das águas do Rio Marombas (SC-Brasil), utilizando parâmetros físico-químicos e bioensaios. Amostras de águas do Rio Marombas foram coletadas em 3 pontos e realizada a determinação de pH, oxigênio dissolvido (OD), análise de agroquímicos, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA’s), compostos orgânicos voláteis (COV’s) e bifenilas policloradas (PCB’s). Foram executados ensaios de toxicidade aguda (CL50) em microcrustáceos Artemia sp. e de fitotoxicidade em Allium cepa L. avaliada pela inibição de crescimento e peso de raízes e pelos biomarcadores de estresse oxidativo glutationa reduzida (GSH) e peroxidação lipídica. Os resultados dos parâmetros físico-químicos indicaram que os valores de pH
estiveram compatíveis com padrões previstos pela legislação. Foi constatada a presença dos agroquímicos metomil nos Pontos 1 e 2 e metconazol no Ponto 1. Os bioensaios revelaram que não houve toxicidade em Artemia sp. e ausência de inibição de crescimento e peso de raízes em Allium cepa L. A concentração de GSH estava significativamente aumentada no Ponto 3 quando comparada ao Ponto 1 e ao controle negativo. Não foi observada diferença significativa na avaliação de peroxidação lipídica entre os diferentes grupos. Esses resultados indicam que as águas do Rio Marombas podem estar sendo contaminadas por agroquímicos, sugerindo a necessidade de implementação de sistema de monitoramento periódico de sua qualidade.

Palavras-chave: rio Marombas; parâmetros físico-químicos; bioensaios

STUDY OF WATER QUALITY FROM THE MAROMBAS RIVER (SC/BRAZIL) USING THE PHYSICOCHEMICAL PARAMETERS AND BIOASSAYS.

ABSTRACT

The present study proposed preliminary studies assessing the quality of water from the river Marombas (SCBrazil) using the physicochemical parameters and bioassays. Samples of water from Marombas river were collected at three points and it was determined the pH, dissolved oxygen (DO), concentration of agrochemicals, polycyclic aromatic hydrocarbons (PAH’s), volatile organic compounds (VOC`s) and polychlorinated biphenyls (PCB´s). Acute toxicity tests (LC50) were carried out in microcrustaceans Artemia sp. and phytotoxicity tests in Allium cepa L. assessed through the
inhibition of growth and weight of roots and by biomarkers of oxidative stress reduced glutathione (GSH) and lipid peroxidation. The results of physicochemical parameters indicated that the pH values were consistent with standards established by the legislation. It could be observed the presence of the agrochemicals methomyl in Points 1 and 2 and metconazole in Point 1. The bioassays showed absence of the acute toxicity in Artemia sp. and there was no inhibition of growth and weight of roots in Allium cepa L. The concentration of GSH was significantly increased (P<0.05) in Point 3 when compared to Point 1 and the negative control. No significant difference could be observed in the evaluation of lipid peroxidation between different groups. These results demonstrate that the water of the Marombas river is contaminated by agrochemicals, suggesting the necessity of implementing a system of monitoring its quality.

Key words: Marombas river, physicochemical parameters, bioassays


Palavras-chave


rio Marombas; parâmetros físico-químicos; bioensaios

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/260

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.