OCORRÊNCIA DE OXALATO DE CÁLCIO EM DIFERENTES ESPÉCIES VEGETAIS DE USO ORNAMENTAL

Renato Rauní de Oliveira, Liliana Auxiliadora Avelar Pereira Pasin

Resumo


Uma planta é definida como tóxica uma vez que, inserida no organismo humano ou animal, seja capaz de provocar efeitos que causam danos à saúde. A presença de cristais de oxalato de cálcio nos órgãos do vegetal representa um aspecto fundamental para a caracterização da planta como tóxica, devido ao fato de ser um dos princípios ativos que causam intoxicação. O objetivo do trabalho foi identificar as espécies que apresentam essa substância, e, assim, contribuir para o conhecimento da variedade de plantas possivelmente tóxicas. Após obtenção e divulgação dos resultados, espera-se minimizar os índices de intoxicação acidental, ocorridos devido ao desconhecimento em relação aos vegetais com potencial toxicológico. O trabalho foi direcionado, principalmente, para as espécies ornamentais encontradas em ambientes com intenso fluxo de pessoas, como, por exemplo, praças, jardins de escolas, creches e residências que apresentavam plantas voltadas para as vias públicas. O método utilizado consistiu em coletar as amostras diretamente nos locais e realizar a análise histológica do material coletado em laboratório. Foram realizados cortes histológicos a mão livre, especialmente do caule e do pecíolo do vegetal, para a montagem de lâminas que posteriormente foram observadas em microscópio óptico e registradas por fotomicrografias. Os resultados indicaram presença de oxalato de cálcio em 77% dentre as 30 espécies analisadas, sobretudo na forma de ráfides e drusas.


Palavras-chave


Plantas Ornamentais; Toxicidade; Princípio Ativo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v11i3.3571

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.