AVALIAÇÃO DO EFEITO DA SALINIDADE NA CINÉTICA DE DESOXIGENAÇÃO NO ENSAIO DA DBO

Manuela de Abreu Farias, Claudinei José Rodrigues, Alondra Beatriz Alvarez Perez

Resumo


A demanda bioquímica de oxigênio (DBO) é um parâmetro típico utilizado para avaliar a poluição de águas superficiais. Sua determinação está baseada no consumo de oxigênio durante a biodegradação aeróbia de compostos orgânicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da salinidade na redução do coeficiente de desoxigenação (k) no ensaio de DBO e as consequências para uma análise de DBO5. Os resultados mostraram que a presença de salinidade afetou os resultados de DBO de forma mais significativa durante o período de latência. O método Mínimos Quadrados mostrou-se o mais eficiente para a obtenção dos parâmetros k e L0. A adição de 15 g·L-1 de NaCl, para simular o efeito da salinidade sobre a amostra, reduziu o coeficiente k em 41,7 % e a DBO5 em 26 %. Logo, a salinidade foi um interferente no ensaio, subestimando o resultado da DBO5, devendo ser considerada em análises de amostras oriundas de ambientes expostos a variações na salinidade. 


Palavras-chave


DBO; Coeficiente de Desoxigenação; Cinética; Salinidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v13i1.3756

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.