INFLUÊNCIA DOS CEMITÉRIOS NA CONTAMINAÇÃO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR COMPOSTOS FENÓLICOS

Camila Angélica Baum, Valter Antonio Becegato, Pamela Beccalli Vilela, Lais Lavnitcki, Eduardo da Costa Duminelli, Jordana dos Anjos Xavier

Resumo


O fenol é um dos principais compostos utilizados na preparação de corpos para sepultamento. Objetivou-se com esse trabalho avaliar a concentração de compostos fenólicos em águas subterrâneas que estão sob influência direta de dois cemitérios urbanos, localizados em um município da região Serrana de Santa Catarina. Por não haver estudos que avaliassem a contaminação de água subterrânea de cemitérios por fenóis totais, esse estudo é um ponto de partida para que estudos mais aprofundados avaliem esse contaminante e a sua dinâmica em áreas sob influência de cemitérios. Foram realizadas coletas de água subterrânea em poços de monitoramento localizados nas áreas internas destes cemitérios, nas quatro estações, durante um ano. Para fins de análise foi determinado o pH e a concentração de fenóis totais, pelo método colorimétrico. Os resultados indicam elevadas concentrações de fenóis totais, com concentração mínima de 0,03 mg L-1, no outono, e máxima de 2,72 mg L-1, no verão. As concentrações observadas em todas as amostras coletadas, em todas as estações, estavam acima do valor máximo permitido pela Resolução CONAMA no 396/2008, que é de 0,003 mg L-1, caracterizando a contaminação ambiental.


Palavras-chave


Fenóis Totais; Necrochorume; Passivo Ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v14i3.6211

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.