TRATAMENTOS TÉRMICOS PARA A SUPERAÇÃO DA DORMÊNCIA EM SEMENTES DE Caesalpinia ferrea MART. EX TUL.

Bruno Oliveira Lafetá, Fabiana Martins Lopes, Mariany Augusta Figueiredo, Roniel Fernandes Dias de Azevedo, Nívea Fransuelli da Silva Madureira, Wemerson Marcelo Gonçalves Silva

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência de tratamentos térmicos para superar a dormência de sementes de Caesalpinia ferrea Mart. ex Tul. var. leiostachya Benth. O experimento foi conduzido em câmara de germinação do tipo Biochemical Oxigen Demand (BOD). Adotou-se delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro repetições de 25 sementes. Os tratamentos consistiram em imergir as sementes em água aquecida (T1 – 27ºC; T2 – 70ºC; T3 – 80ºC; T4 – 90ºC e T5 – 100ºC). O tempo de imersão foi de 5 minutos. Cada unidade experimental conteve 200 cm3 de vermiculita expandida distribuída em caixa gerbox. Realizaram-se análises de variância e de regressão, ambas a 5,0% de significância estatística. Os tratamentos não influenciaram a emissão de raízes laterais. O tratamento cinco apresentou mais sementes embebidas (69,0%), germinadas (59,0%), emissões de parte aérea (56,0%) e IVG (2,12). Estes atributos aumentaram à medida que se elevou a temperatura de imersão. Conclui-se que a dormência das sementes de C. ferrea pode ser superada pela imersão em água aquecida como tratamento pré-germinativo. A imersão de sementes em água aquecida a 100ºC por 5 minutos é eficiente para superar a dormência desta espécie.


Palavras-chave


Dormência; Germinação; Temperatura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v15i1.6914

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.