ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL DE USO DA BACILLUS AMYLOLIQUEFACIENS NO BIOCONTROLE DE FUNGOS FITOPATOGÊNICOS: UMA REVISÃO

Luciana de Paiva Santos Abreu, Pedro Amorim Berbert, Carlos Eduardo de Souza Teodoro, Ana Paula Martinazzo

Resumo


Atualmente a crescente preocupação com questões ambientais relacionadas ao uso de defensivos agrícolas químicos levou à busca de novas tecnologias para atuar como substitutas no manejo de pragas e doenças. Neste cenário surgiram múltiplos estudos nos quais foram testadas diferentes cepas da espécie bacteriana gram-positiva Bacillus amyloliquefaciens no biocontrole de microrganismos fitopatogênicos, inclusive fungos. A bactéria apresentou bons resultados também na promoção do crescimento de algumas espécies de plantas. Através de levantamento bibliográfico, a proposta deste trabalho foi realizar um estudo dos principais resultados obtidos nas pesquisas, assim como o mecanismo de ação pelo qual a bactéria age visando o controle do crescimento dos fungos. Uma classe de biossurfactantes, os lipopeptídeos foi identificada como a principal responsável pela inibição dos fungos. Dentre eles os que se mostraram mais relevantes foram a iturina, a surfactina e a fengicina. Através desta pesquisa é possível avaliar novas alternativas sustentáveis para reduzir ou até mesmo eliminar algumas espécies de fungos responsáveis por grandes estragos na agricultura.

Palavras-chave: Controle Biológico; Lipopeptídeos; Antifúngico; Antagonista.


Palavras-chave


Controle Biológico; Lipopeptídeos; Antifúngico; Antagonista

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v16i1.8339

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.