VALORIZAÇÃO DOS ESPAÇOS ATRATIVOS NATURAIS NO MUNICÍPIO DE VESPASIANO CORRÊA, RIO GRANDE DO SUL.

Marilaine Tremarin, Elisete Maria de Freitas

Resumo


A prática do turismo vem crescendo muito graças à necessidade de fuga do modo de vida nos centros urbanos e ao recente aumento da conscientização ambiental. Dentre as opções estão os espaços rurais e as paisagens naturais. A paisagem do município de Vespasiano Corrêa, Rio Grande do Sul oferece potencial para a prática do turismo. O estudo teve como objetivos indicar áreas propícias à prática do turismo e definir estratégias para a exploração sustentável desses locais. Uma entrevista com munícipes serviu para indicar os locais de maior preferência. Esses foram localizados no mapa do município e os três mais indicados foram descritos quanto à vegetação, aos aspectos físicos e às condições de preservação em que se encontram. Foram então listadas estratégias para a exploração sustentável e para a recuperação dos danos ambientais existentes. Os locais mais indicados foram o Complexo do Viaduto 13, Cascata Rasga Diabo e Cascata Camping. Os principais danos observados foram invasão de espécies vegetais exóticas, ocupação das áreas de preservação e presença de resíduos sólidos. Sugere-se a elaboração de um projeto ambiental para a retirada das espécies vegetais exóticas e das construções nas áreas de preservação e a implantação de um projeto turístico embasado na educação ambiental.


Palavras-chave


turismo sustentável; ecoturismo; áreas naturais; planejamento turístico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/872

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.