ZONEAMENTO AGROECOLÓGICO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIOCOLÔNIA-BAHIA.

Cristiano Marcelo Pereira de Souza, Keyth Fabianne Machado Cordulino da Silva, Ana Maria Souza dos Santos Moreau, Ednice de Oliveira Fontes, Mauricio Santana Moreau, Liliane Matos Góes

Resumo


O trabalho analisa as condições socioeconômicas e a sustentabilidade ambiental no processo de uso e ocupação do solo na Bacia Hidrográfica do Rio Colônia (BHRCol), no período compreendido entre os anos 1970 e 2008, com vistas a elaboração de um zoneamento agroecológico. A caracterização da produção pecuária, principal atividade econômica instalada na região, foi organizada com dados estatísticos, a partir da década de 70, representados por produção leiteira e de gado de corte, preço dos produtos, número de estabelecimentos agrícolas e estrutura fundiária. A evolução do uso do solo foi obtida pela comparação de mapas construídos por meio de fotografias aéreas (1975) e de imagens do satélite Landsat TM5 (1988 e 2006). A análise dos mapas produzidos e dos dados levantados demonstra a redução da área de pastagem no período anteriormente referido, cuja origem está vinculada à degradação da qualidade dos solos e às diversas crises econômicas que impactaram na atividade pecuária. O mapa de uso do ano 2006 apresenta aumento das matas em regeneração, em decorrência do abandono das áreas de pastagens. Essas informações contribuíram para a elaboração do zoneamento, incluindo-se, ainda, outros aspectos relevantes, tais como classes de solo, capacidade de uso, perda de solo em subbacias, risco de salinização do solo, relevo e Áreas de Preservação Permanente (APPs). Assim, o zoneamento agroecológico obtido permite recomendar o uso adequado do solo, centrado na atividade agropecuária sustentável e na conservação dos fragmentos florestais e das áreas fragilizadas.

Palavras-chave: uso da terra; geoprocessamento; pecuária

ABSTRACT

Agroecological zoning of the Colonia River Watershed-Bahia. The study analyzes the socio-economic conditions and environmental sustainability in the land use and occupation process in the Colônia River Watershed, between 1970 and 2008, intending to do an agroecological zoning. The livestock production characterization, the main economic activity deployed in the region, was organized with statistical data from the 70’s, represented by dairy and beef cattle, the price of products price, number of farms and land structure. The evolution of land use was obtained by comparison of maps constructed by aerial photographs (1975) and satellite images Landsat TM5 (1988 and 2006). The analysis of the statements made and data gathered demonstrates the reduction of pasture area in the period mentioned above, whose origin is linked to the degradation of soil quality and the various economic crises that have affected the livestock activity. The use map of 2006 presents an increase in forests in regeneration, due to the abandonment of grazing areas. This information contributed to the drafting of zoning, including also other aspects such as soil types, usability, loss of soil in sub-basins, the risk of salinization of soil, topography and legally protected areas. Thus, the agroecological zoning obtained enables the recommendation of the appropriate use of land, centered in livestock sustainable activity and conservation of forest fragments and fragile areas.

Key words: land use, geoprocessing, livestock

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/98

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.