A cidade fotográfica

César Bastos de Mattos Vieira

Resumo


A fotografia sempre foi utilizada como ferramenta de representação e apresentação da arquitetura e da cidade. Entretanto, a realidade visível não se mostra, no registro fotográfico, em sua totalidade e com a mesma precisão e equivalência em todas as situações. É necessário que as demandas fundamentais da fotografia sejam satisfeitas, que são: luz, distância e ordenamento. Propõe-se uma reflexão sobre a possível existência de uma construção imagética com consequências no universo real de uma “cidade fotográfica”. Esta cidade seria uma urbe pensada pela lógica da fotografia, ou seja, que estaria respondendo, prioritariamente, as demandas da fotografia. Busca-se levantar e apresentar que lógica é esta e questionar se esta maneira de ver e pensar fotograficamente a cidade, de certa maneira, distancia as soluções projetuais da sua função básica.

Palavras-chave


Fotografia; Cidade; Urbanismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2122

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000