Dança, música e poesia nas marcas de roda do Fandango

Andréa José Grandini Tessaro, Roberta Barros Meira

Resumo


As marcas do fandango são danças compostas por diversas coreografias, conhecidas como modas. O fandango valsado é dançado pelos pares, que giram pelo salão em sentido anti-horário e o batido é dançado exclusivamente pelos homens, que sapateiam com o auxílio de tamancos feitos de madeira. Devemos pensar que por possuir características repentistas e letras que apresentam variações e particularidades em cada local onde é tocado, o fandango é vivo e circulante e agrega ainda a dança e a linguagem poética própria do caboclo e do caiçara, e entrar em contato com as letras e melodias do fandango é captar a sensibilidade de homens e mulheres que escrevem a própria história a partir de suas vivências. Desta forma, procuramos analisar algumas melodias do fandango, que trazem a vivência e a convivência cotidianas como um patrimônio que se transmite pela música e pela dança, e verificar como essa manifestação cultural vem sofrendo alterações e recebendo influências com o passar do tempo.


Palavras-chave


Fandango; Patrimônio Cultural; Música; Dança; Poesia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i29.4339

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000