Compartilhamento de memória e conhecimento: Estudo de caso Bienal Mercosul

Márcio Leandro Michel, Tamara Cecilia Karawejczyk Telles

Resumo


Resumo: A Bienal de Artes Visuais do Mercosul é uma mostra internacional de arte contemporânea que ocorre em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, desde 1997. Procurando entender a forma como ocorreu o diálogo entre as partes, a troca de experiências, as relações interorganizacionais e o compartilhamento entre as parcerias firmadas na realização da Bienal do Mercosul, este artigo tem por objetivo analisar como ocorreram as práticas de compartilhamento de memória e do conhecimento interorganizacional da Bienal do Mercosul. A metodologia escolhida foi o estudo de caso e a coleta de dados foi efetivada pela pesquisa documental e pela entrevista narrativa. Para compor a análise dos dados lançou-se mão da análise de conteúdo, e para tanto se contemplaram as categorias de análise, com base na síntese teórica. Os resultados deste estudo revelam que há compartilhamento tanto de memória, quanto de conhecimento, entretanto a gestão deste conhecimento apresenta pouca objetividade, o que demonstra a perda de informações e, em alguns casos, retrabalho.

Palavras-Chave: Bienal do Mercosul. Gestão do Conhecimento. Compartilhamento do Conhecimento Interorganizacional.


Palavras-chave


Bienal do Mercosu; Gestão do Conhecimento; Compartilhamento do Conhecimento Interorganizacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i33.5987

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000