CINEMAS DO MERCOSUL: POLÍTICAS DE INCENTIVO, COPRODUÇÕES E IDENTIDADE CULTURAL.

Rosângela Fachel Medeiros

Resumo


Os Cinemas do Mercosul não são indústrias autossuficientes e mantêm-se graças às políticas de incentivo e de financiamento, que na maioria das vezes se dá através da realização de coproduções. E além das dificuldades (de produção, distribuição e exibição), estes cinemas precisam competir com as produções hollywoodianas que dominam os mercados cinematográficos da região e o imaginário dos espectadores. É então objetivo deste trabalho discutir a repercussão destas políticas de incentivo no desenvolvimento dos cinemas nacionais da região.


Palavras-chave


Mercosul, Cinema, coproduções

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/687

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000