Trajetórias e possibilidades: caminhos percorridos por fotógrafas imigrantes na cidade de São Paulo

Maria Clara Lysakowski Hallal

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar a relação entre ser imigrante e a influência dessa situação no reportório fotográfico das fotografas Madalena Schwartz e Claudia Andujar, ambas imigrantes, vieram para o Brasil nas décadas de 1960 e 1955, respetivamente. Para a realização do trabalho, foram selecionadas quatro fotografias, duas de cada profissional. A metodologia utilizada é baseada em Augusto Pieroni (2003), que conceitua a divisão da análise fotográfica em: contextos internos (película, arquivos de negativo, trabalhos publicados) e externos (agenciamentos), formas (enquadramentos, planos focais, cores, linhas) e conteúdos (temas, referencias intencionais, sentidos). Por meio da análise imagética, foi possível perceber certo estranhamento ao diferente e desconhecido, fruto da vivência associada aos imigrantes e retratada nas imagens selecionadas. Dessa forma, podemos entender que as fotógrafas viam a si mesmas; o ato de imigrar, os desafios da mudança de seus países de origem, as questões de gênero presentes e as tensões decorrentes disso são questões que se refletem nas fotografias obtidas.


Palavras-chave


Madalena Schwartz ; Claudia Andujar; Fotografias; Imigrantes; Gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i36.7203

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000