Centro de Informação e de Memória da Arqueologia do Rio Grande Do Sul (CIMARS).

Lizete Dias de Oliveira, Luciana Oliveira de Brito

Resumo


O conhecimento difundido sobre o processo histórico do Rio Grande do Sul, incluindo-se o período “histórico” e o período “pré-histórico”, fundamenta-se em uma estrutura bastante frágil e repleta de lacunas temáticas e cronológicas. Acreditamos que a organização e a difusão da informação produzida pelas pesquisas arqueológicas poderão sanar algumas dessas lacunas. O Centro de Informação e de Memória da Arqueologia do Rio Grande do Sul (CIMARS) tem como objetivo principal facilitar o acesso às informações sobre o processo de constituição da identidade cultural sul-rio-grandense. Para isso, propomos a criação de um banco de dados que centralize as informações em diversos níveis: de sistematização de informações sobre os sítios arqueológicos e sobre as instituições de pesquisa; de História Oral, através de entrevistas com arqueólogos; e de constituição de uma Biblioteca Virtual formada por textos escritos por profissionais sobre a história e a arqueologia no Rio Grande do Sul e da produção de bibliografias. Sem isso, o conhecimento produzido tende a ficar restrito a um grupo e, inevitavelmente, perder-se ante a grande produção de informação característica de nossa época.


Palavras-chave


Arqueologia; Rio Grande do Sul; Informação; Memória

Texto completo:

EM PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/p.%2062-74

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

Universidade La Salle - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000