AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE TRÊS CÓRREGOS NA ÁREA URBANA DE HUMAITÁ-AM

Levi Ferreira de Oliveira, Benone Otávio Souza de Oliveira, Luan Barros de Lima

Resumo


O recurso hídrico é um sistema limitado discutido no mundo contemporâneo em decorrência da qualidade e disponibilidade da água. O processo de urbanização acelerada, a carência de saneamento básico, a industrialização, os lançamentos de esgoto à céu aberto e as atividades agrícolas têm provocado muitos impactos negativos nos recursos hídricos, como a alteração de suas características qualitativas. Os córregos localizados nas áreas urbanas são as que mais sofrem alterações por apresentar uma alta vulnerabilidade com os despejos de efluentes, realizados pelos moradores do entorno. O presente trabalho avaliou a qualidade da água de três córregos localizados na área urbana de Humaitá-AM, região sul do Estado do Amazonas. Foi realizado o monitoramento da qualidade da água em um ciclo sazonal em três pontos diferentes de cada córrego. Os parâmetros analisados foram pH, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, coliformes termotolerantes, temperatura, nitrogênio total, fósforo, sólidos totais, turbidez e condutividade. Observou-se que as amostras analisadas no período seco e chuvoso apresentaram parâmetros fora dos valores permissíveis quando comparadas com a Resolução Conama n°. 430, de 13 de maio de 2011, e nº. 357, de 17 de março de 2005. Dessa forma, constata-se a deterioração da qualidade da água dos córregos situados na área urbana do município de Humaitá.


Palavras-chave


Qualidade de Águas Superficiais; Contaminação dos Corpos D’águas; Índice da qualidade de Água (IQA).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v12i3.3606

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.