ARBORIZAÇÃO URBANA DE UMA AVENIDA NA ZONA NORTE DE SANTARÉM, PA

Maurivan de Sousa Gomes, Lucas Cunha Ximenes

Resumo


A análise da arborização urbana é um elemento fundamental para o planejamento apropriado da arborização de vias públicas e, no município de Santarém, estado do Pará, estudos com esse intuito ainda são escassos. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar e caracterizar a arborização urbana da Avenida Mendonça Furtado, a fim de subsidiar futuros programas de monitoramento e manejo das plantas nas vias públicas. Para isso, foi realizado um inventário quali-quantitativo completo, no qual foram coletadas as seguintes variáveis: espécie, diâmetro à altura do peito a 1,3 m do solo (cm), diâmetro de copa (m), altura total (m), posição da copa, sanidade da copa, posição do indivíduo, sanidade do fuste, posição da raiz, fiação e manejo. Foram inventariados 220 indivíduos, pertencentes a 15 espécies e a oito famílias. As espécies mais comuns foram: Handroanthus serratifolius; Mangifera indica; Andira inermis e Azadirachta indica. Apurou-se que a arborização é composta por 46,6% de espécies nativas e 53,3% de espécies exóticas. Cerca de 30% das árvores apresentaram conflitos com a fiação, indicando a necessidade de ações de manejo. Os sistemas radiculares da maioria dos indivíduos não causaram danos às estruturas urbanas e não sofreram problemas fitossanitários. Para uma arborização urbana ideal, deve ser criado um plano de manejo, obedecendo a critérios para se ter uma arborização adequada e atendendo as exigências da população.


Palavras-chave


Estruturas Urbanas; Monitoramento; Fiação; Espécies Exóticas; Mendonça Furtado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v14i2.6847

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.