ABORDAGEM ETNOBOTÂNICA COM ÊNFASE NAS PLANTAS MEDICINAIS COMERCIALIZADAS NO MERCADO PÚBLICO MUNICIPAL DE CORRENTE-PI

Jaiane Moreira Souza, Ethyênne Moraes Bastos, Kelly Polyana Pereira Santos

Resumo


Objetivou-se analisar o conhecimento etnobotânico dos feirantes do Mercado Público de Corrente – PI, visando conhecer e registrar o processo de comercialização, a diversidade e o modo de uso dos recursos vegetais. Os dados foram obtidos mediante entrevistas semiestruturadas com cinco feirantes, todos pertencentes ao gênero masculino, com idade variando entre 28 a 78 anos. Foram citadas 25 espécies de plantas para uso medicinal, as quais estão distribuídas em 17 famílias, sendo Fabaceae a de maior representatividade. As partes mais utilizadas foram o caule (7 citações), seguidas de semente com (6 citações). Os feirantes orientam os clientes sobre as diversas formas de preparo dos fitoterápicos, destacando-se as formas infusão e decocção. Um percentual de 80% dos entrevistados informou que não desenvolveram nenhuma reação adversa em relação à utilização das plantas, e 20% desenvolveram um mal-estar por conta do uso da sucupira (Bowdichia virgilioides Kunth). A pesquisa é de extrema importância para a região do extremo sul do Piauí, uma vez que apresenta alternativas para o de tratamento de doenças, além de resgatar a cultura tradicional local.


Palavras-chave


Conhecimento Tradicional; Fitoterápicos; Flora Medicinal; Medicina Alternativa; Diversidade Florística.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v14i3.6958

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.