A EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO UM PROCESSO DE COMBATE AOS CRIMES AMBIENTAIS OCORRIDOS NO SUL DE MINAS GERAIS

Ligia de Almeida Gilioli Fraga, Janine Ameku Neves, Vivian Ariane de Oliveira Costa, Naiara Diniz Garcia, Cláudio André dos Passos, Luciana Botezelli, Adriana Maria Imperador

Resumo


O Sul de Minas Gerais é uma região muito rica em recursos naturais e em espécies endêmicas, entretanto, muitas infrações ambientais são praticadas. Este artigo tem como objetivo a identificação dos principais crimes ambientais cometidos no sul do estado de Minas Gerais e a discussão das possíveis ações de Educação Ambiental cabíveis para prevenção e mitigação. Por meio do método de análise de conteúdo de Bardin (1977), foram analisados os Registros de Eventos de Defesa Social fornecidos pela Polícia Militar Ambiental no ano de 2019. Foram identificados 757 crimes ambientais classificadas em cinco categorias: fauna, flora, recursos hídricos, atividades poluidoras e outros. O levantamento permitiu concluir que o número de crimes ambientais cometidos está relacionado com a expansão urbana e os múltiplos usos do solo. Como forma de prevenir e mitigar estes impactos, ações educativas, comprovadamente eficazes são necessárias para aquisição de novos valores, atitudes e o fortalecimento da sensibilização, evitando reincidências.


Palavras-chave


Participação Social; Legislação Ambiental; Oficinas Educativas; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v14i3.7138

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.