ADSORÇÃO DE COBRE, CHUMBO, CÁDMIO E ZINCO EM RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS ESTABILIZADOS

Efraim Lázaro Reis, Kátia Gonçalves Gutierrez, Antônio Teixeira de Matos, Maike Rossmann Rossmann

Resumo


O objetivo deste trabalho foi analisar a capacidade de um resíduo sólido urbano (RSU) estabilizado para adsorver metais tóxicos contidos em percolados de aterro sanitário. A quantidade de Cu, Pb, Cd e Zn adsorvida pelo RSU foi obtida com base na diferença entre a concentração inicial e final do metal na suspensão. Com os dados de quantidade de material adsorvido e concentração na solução de equilíbrio foi realizado o ajuste das equações das isotermas de adsorção. Os melhores ajustes para Cd, Zn e Cu foram obtidos utilizando-se o modelo Temkin, para os dois primeiros, e o modelo sigmoidal, para o último. Os resultados da adsorção de Pb no RSU velho não possibilitaram ajustes de equações. Na recirculação do percolado de RSU em colunas de RSU estabilizado de aterros sanitários, o Cd e o Zn foram, dentre os metais avaliados, os que mais rapidamente saturaram os sítios de retenção nas colunas de RSU aterrados e, portanto, devem ter a concentração monitorada no efluente, de forma a se definir quando há a necessidade de troca de local de aplicação de percolado de RSU recém coletado.


Palavras-chave


: isotermas de adsorção; percolado; elementos traço; resíduo sólido urbano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v16i2.7321

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-8858

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

"Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada." Immanuel Kant.