PROPOSTA PARA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA FEIRA DE PRODUTOS COLONIAIS E AGROECOLÓGICOS DE CHAPECÓ – SC

Luciana Aparecida Nunes, César Augustus Winck, Simone Sehnem

Resumo


O presente estudo tem como objetivo propor um modelo de gestão ambiental para a Feira de Produtos Coloniais e Agroecológicos de Chapecó/SC. Assim, elaborou-se um modelo baseado na ISO 14001 e no PDCA, com base no Modelo proposto por Richard Junior (2006), resultando em cinco requisitos, a saber: a) Política Ambiental; b) Planejamento Ambiental; c) Implementação e Operação; d) Verificação e Ação Corretiva e e) Análise Crítica da Administração. Quanto à metodologia, o estudo foi realizado no período de julho de 2014 a maio de 2015, delimitando-se às Feiras do Centro do Município de Chapecó, totalizando 56 Bancas. A abordagem do estudo é qualitativa. Os instrumentos de mensuração do Nível de Sustentabilidade permitiram evidenciar que a Feira poderá ter prejuízo em curto prazo e risco de sobrevivência derivadas das práticas de desempenho ambiental, pois o seu nível de sustentabilidade atingiu apenas 49,59%. Por fim, percebe-se que, como principais ganhos que uma Feira poderá obter com a implantação deste Modelo, será a consolidação de receita e ganhos, tornando-se um fator positivo à competitividade da mesma. Em contrapartida, poderá atender seus stakeholders de forma integral.

 


Palavras-chave


Gestão Ambiental; ISO 14001; Feira Colonial e Agroecológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2316-5537.16.26

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000