Análise da relação do nível de educação financeira com os vieses comportamentais para universitários brasileiros

Taciane Graciele Fanck Kich, Luis Felipe Dias Lopes, Damiana Machado de Almeida, Jonathan Saidelles Corrêa, Tuani de Oliveira Tavares

Resumo


O estudo objetiva compreender como a educação financeira influencia nos vieses comportamentais framing, contabilidade mental e aversão à perda, por meio do relacionamento destas abordagens. Para tanto, elaborou-se um questionário envolvendo a identificação da educação financeira e dos três vieses comportamentais. A aplicação do instrumento de pesquisa foi realizada em três grupos amostrais de alunos (totalizando 568 alunos) de graduação da Universidade Federal de Santa Maria, previamente classificados como alto, intermediário e baixo nível de educação financeira. Através de um exame individual para todos os respondentes da amostra, realizado por meio da análise de correspondência, detectou-se que a presença dos vieses comportamentais é verificada em maior quantidade no grupo de baixo nível de educação financeira. Entende-se que os indivíduos com maior nível de educação financeira apresentam menos probabilidade de influenciar-se por questões irracionais no processo decisório.


Palavras-chave


Framing; Contabilidade Mental; Aversão à Perda.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/desenv.v7i2.3760

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000