PROPOSTA DE UM MODELO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO PARA REDES HORIZONTAIS DE EMPRESAS.

Douglas Wegner, Alisson Eduardo Maehler, Octavio Castilhos Badia, Eliana Gaspary

Resumo


Tomando como pressuposto que a inovação é um requisito fundamental tanto para empresas individuais quanto para redes de empresas, este artigo propõe um modelo de gestão da inovação para redes horizontais de empresas. As redes possuem características que as tornam mais complexas que as tradicionais organizações hierárquicas, devido ao número de atores envolvidos, a necessidade de manter um ambiente de relacionamentos saudáveis, a dispersão geográfica dos participantes e a gestão compartilhada. Por outro lado, a existência de empresas e empresários com perfis e experiências diferentes em uma mesma rede aumenta a possibilidade de compartilhar conhecimentos e gerar inovações. A contribuição do artigo está em propor um modelo de gestão da inovação adequado às características das redes horizontais de empresas, capaz de estimular a geração e introdução de inovações nas empresas da rede.


Palavras-chave


redes de empresas; inovação; gestão da inovação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/418

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000