A Petrobras após os escândalos de corrupção da operação Lava-Jato: uma análise do valor da empresa até 2016

Eunice Henriques Pereira Vilela, Janaína Cássia Grossi, Luciano Ferreira Carvalho, Kárem Cristina de Souza Ribeiro

Resumo


A corrupção no setor público e privado pode provocar prejuízos sociais e econômicos para países e empresas. No Brasil, a corrupção tem sido bastante discutida, e diversos casos nas esferas públicas e privadas foram observados nos últimos anos. A operação Lava-Jato é um exemplo recente que recebe destaque pela mídia e pela população. Neste caso, a Polícia Federal investiga corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo diversos agentes públicos e privados e a empresa Petrobras. Desde o início das investigações em 2014, a petroleira que é uma das principais empresas do Brasil, enfrenta crise econômica, política e moral. Utilizando o modelo de avaliação do Fluxo de Caixa Descontado, em três cenários de projeção com taxas de atratividade distintas, o presente artigo tem como objetivo mensurar o valor da Petrobras após a deflagração dos escândalos de corrupção apontados pela operação Lava-Jato até 2016. A pesquisa encontrou como resultado em todos os três cenários avaliados um valor de empresa reduzido durante o período de projeção e uma recuperação modesta no período residual. Portanto, a corrupção afetou negativamente o valor da Petrobras.

Palavras-chave


Corrupção; Petrobras; Fluxo de Caixa Descontado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/desenv.v7i3.4664

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000