Supermercados Carol: dilema entre poder de compra e competitividade

Junior Lemos de Jesus, Lucas Marchi, Jailson Lana, Raul Beal Partyka

Resumo


Este caso para ensino relata como a mudança no poder de compra dos Supermercados Carol, de Santa Catarina, serviu para proporcionar crescimento e gerar competitividade, por meio de uma política de negociação e uma gestão de estoque eficazes. O poder de compra, no primeiro momento, trouxe algumas preocupações. A empresa encontrou barreiras de crescimento que exigiram a abertura de uma filial. As transações de compras continuaram crescendo e a abertura de um depósito central também se tornou uma ferramenta necessária e eficaz para melhorar a gestão de estoques. Espera-se que, após as discussões, os alunos sejam capazes de compreender as estratégias de compra como diferencial competitivo no mercado varejista, o que proporciona crescimento e gera competitividade. Como resultados, o caso de ensino é um instrumento para demonstrar como a implantação de estratégias eficazes de compra torna-se um diferencial competitivo no mercado varejista. Esta implantação, por consequência, reposicionou a empresa frente à concorrência. Por outro lado, a plena administração dos estoques, dos canais de marketing e dos pontos de contato com o consumidor atuam e fortalecem o poder de compra de uma empresa.


Palavras-chave


Competitividade; Gestão de Estoques; Poder de Compra.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/desenv.v9i3.6666

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000