A dinâmica da diversidade geracional nas organizações: estudo multicasos

Daniela Siqueira Colet, Anelise Rebelato Mozzato

Resumo


Este artigo tem como objetivo compreender a dinâmica da diversidade geracional nas organizações. Para atender ao objetivo, realizou-se uma pesquisa de natureza exploratória, do tipo multicasos e com abordagem
qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada, história de vida, grupo focal e observação não participante, abrangendo vinte e cinco participantes de duas empresas de grande porte do setor de alimentos e metalmecânico. Com a triangulação, os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo, com apoio do programa de análise em pesquisa qualitativa NVivo®10. A dinâmica geracional nas organizações estudadas evidenciou que há um bom relacionamento, comunicação e aprendizagem entre as gerações, entretanto,
não se negam os possíveis conflitos que naturalmente podem acontecer entre os trabalhadores independentemente de geração. As evidências empíricas também demonstram que a geração dos trabalhadores não interfere tanto no comportamento e que este depende do comprometimento, do perfi l comportamental, da classe social, da idade, dos
ciclos de vida, das motivações e escolhas pessoais, bem como das histórias de vida e contexto cultural de cada um. Portanto, conclui-se que o importante é a adoção de uma análise relacional que tenha como foco a co-construção e a complementaridade do convívio multigeracional nas organizações.


Palavras-chave


Comportamento; Aprendizagem; Gerações.

Texto completo:

PDF

Referências


.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/desenv.v10i1.8059

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000