Farmacêutico bioquímico: uma abordagem voltada para o TSH e doenças da tireoide

Ana Carla Santana Barros, Érica Menezes Xavier, Isamara Silva Reis, Paula Ravena Borges Carvalho, Raquel Santos Oliveira, Fábio Kovacevic Pacheco, Daniel Delgado Queissada

Resumo


Hormônios atuam como mensageiros químicos, sintetizados e armazenados nas glândulas endócrinas e agindo na corrente sanguínea. Possuem funções especificas no crescimento celular, tissular e na regulação metabólica. Entre os mais importantes estão os produzidos pela tireoide, pois controlam o consumo energético do organismo. Nesse contexto o hormônio TSH é de suma importância, pois sua produção estimula a funcionalidade da tireoide. Funcionalidade essa que, quando desregulada, pode causar patologias sérias como o hiper ou hipotireoidismo. Assim, conhecer o processo de síntese e regulação desses hormônios, como os sintomas e tratamentos das patologias relacionadas aos mesmos é de extrema importância para profissionais da saúde como os farmacêuticos. Além disso, para esses profissionais é necessário também a relação dos problemas apresentados com seus diagnósticos e os medicamentos utilizados, conhecendo seus princípios ativos e seus modos de ação, tornando-se dessa forma, um profissional multidisciplinar, tão necessário e requisitado no mercado de trabalho atual. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo principal destacar o papel do farmacêutico bioquímico, relacionando o TSH com a atuação da glândula tireoide, descrevendo os principais sintomas e diagnósticos de doenças relacionadas aos hormônios produzidos pela mesma, assim como os medicamentos utilizados, seus princípios ativos e modos de ação.


Palavras-chave


TSH, hormônio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v6i1.4186

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000