A sensibilidade moral nos cuidados paliativos ao paciente oncológico

Janaina Cassana Mello Yasin, Edison Luiz Devos Barlem, Gustavo Baade de Andrade, Jamila Geri Tomaschewski Barlem, Évilin Diniz Gutierres

Resumo


Objetivo: compreender a importância da sensibilidade moral para lidar com o paciente oncológico sob cuidados paliativos. Materiais e método: revisão de literatura do tipo exploratória descritiva através da base de dados LILACS. Resultados: os resultados se deram por meio de duas categorias: “cuidado paliativo ao paciente oncológico e a relação enfermeiro, paciente e familiar” e “sensibilidade moral como premissa para a tomada de decisão ética em prol do paciente oncológico sob cuidado paliativo”. Conclusão: a sensibilidade moral proporciona ao enfermeiro identificar o componente moral de cada situação e realizar a tomada de decisão em prol dos pacientes que se encontram sem prognóstico com maior discernimento, empatia, benevolência, amor e compaixão.


Palavras-chave


Oncologia; Ética em Enfermagem; Cuidado Paliativo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v9i1.6678

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000