APRENDER ONDE SE ENSINA: COMPLEXIDADES NO CAMPO DA GESTÃO

André Stein da Silveira

Resumo


O texto discorre sobre a complexidade dos temas ligados à gestão em instituições de educação focando em elementos que possam proporcionar um aprendizado aos seus gestores. Através da própria experiência e  da fundamentação nas referências bibliográficas, o autor apresenta elementos para refletir sobre a relação entre os ambientes da educação e a socidade. A partir daí analisa os fatores que interferem no campo da gestão, tais como poder, autonomia e relação com prática de mercado. Ao final propõe alternativas que passam pelo fomento da criatividade no ambiente de trabalho, o cuidado com o relacionamento humano e a necessidade da avaliação crítica como forma de aprendizado.

Palavras-chave


Gestão educacional; Complexidade na Educação; Sociedade e Educação

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Neiva Luiza Ana; MARTÍNEZ, Albertina Mitjáns. Aprendizagem criativa no ensino superior: a significação da dimensão subjetiva. In: MARTÍNEZ, Albertina Mitjáns; TACCA, Maria Carmem Villela Rosa. (Orgs.). A complexidade da aprendizagem: destaque ao ensino superior. Campinas-SP: Alínea, 2009.

ANDRADE, Rui Otávio Bernardes de.; AMBONI, Nério. Gestão de cursos de administração: metodologias e diretrizes curriculares. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução de Fernando Tomaz. 8.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005. Título original: Le pouvoir symbolique.

_______. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. Rio de Janeiro: UNESP, 2004.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração nos novos tempos. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

_______. Recursos humanos: o capital humano das organizações. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

CLAXTON, Guy. O desafio de aprender ao longo da vida. Porto Alegre: Artmed, 2005.

COLOM, Antoni J. A (des)construção do conhecimento pedagógico: novas perspectivas para a educação. Tradução de Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: Artmed, 2004.

COSTIN, Claudia. Educação básica no Brasil – a necessária transformação. In: EBOLI, Marisa ... [et al.]. (Orgs.). Educação corporativa: fundamentos, evolução e implantação de projetos. São Paulo: Atlas, 2010.

CUSUMANO, Michael A.; MARKIDES, Constantinos C. Pensamento estrategico. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

DELORS, Jacques et al. (Org.). Educação um tesouro a descobrir. Relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. 8. ed. São Paulo: Cortez/Unesco/Mec, 2003.

EBOLI, Marisa ... [et al.]. (Orgs.). Educação corporativa: fundamentos, evolução e implantação de projetos. São Paulo: Atlas, 2010.

FELICETTI, Vera Lucia; MOROSINI, Marília Costa. Comprometimento e pedagogia universitária. In: SANTOS, Bettina Steren dos; CARREÑO, Ángel Boza (Orgs.). A motivação em diferentes cenários. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010.

FERREIRA, A. B. H. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo, 2010.

FOLLETT, Mary Parker. A base da autoridade. In: GRAHAM, Pauline (Org.).Profeta do Gerenciamento. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1997.

HEIL, Gary; BENNIS, Warren; STEPHENS, Deborah C. Douglas McGregor em foco: gerenciando o lado humano da empresa. Tradução de Luiz Frazão. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002

HENGEMÜHLE, Adelar. Gestão de ensino e práticas pedagógicas. Petrópolis,RJ: Vozes, 2004.

GADOTTI, Moacir. Escola. In: STRECK, Danilo R.;REDIN Euclides; ZITKOSKI, Jaime J.(Orgs.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

GOLEMAN, Daniel. Inteligência emocional: a teoria revolucinária que redefine o que é ser inteligente. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior de 2010. Resumo Técnico. Brasília: INEP/MEC, 2012. Disponível em . Acesso em: 31 jul. 2012.

KAPLAN, Robert S; NORTON, David P. A estratégia em ação: balanced scorecard. 19. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997.

LACOMBE, Francisco José Masset. Recursos humanos: princípios e tendências. São Paulo: Saraiva, 2005.

MACHADO, Eduardo Luis. Gestão estratégica para instituições de ensino superior privadas. Rio de Janeiro: FGV, 2008.

MARTÍNEZ, Albertina Mitjáns; TACCA, Maria Carmem Villela Rosa. (Orgs.). A complexidade da aprendizagem: destaque ao ensino superior. Campinas-SP: Alínea, 2009.

MASLOW, Abraham H. Maslow no gerenciamento. Tradução de Eliana Casquilho. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001. Título original: Maslow on management.

MEISTER, Jeanne C. Universidades corporativas e Universidades tradicionais. Entrevista. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2010.

MINTZBERG, Henry; LAMPEL, Joseph; QUINN, James Brian; GHOSHAL, Sumantra. O processo da estratégia: conceitos, contextos e casos selecionados. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

MORIN, Edgar. O método II: a vida da vida. Porto Alegre: Sulina, 2002.

MOSQUERA, Juan. As ilusões e os problemas da vida. Porto Alegre: Sulina, 1979.

PÉREZ GÓMEZ, A.L. A cultura escolar na sociedade neoliberal. Porto Alegre: Artmed, 2001.

PINTO, Vieira Alvaro. Ciência e existência: problemas filosóficos da pesquisa científica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

PORTER, Michael E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

SACRISTÁN, J. Gimeno;PÉREZ GÓMEZ, A. L. Compreender e transformar o ensino. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SENGE, Peter M. A quinta disciplina: arte e prática da organização que aprende. 24.ed. Rio de Janeiro: Best Seller, 2008.

SILVA, Rinalva Cassiano. Gestão do ensino superior: temas atuais. São Paulo: Biblioteca24horas, 2011.

SILVEIRA, André Stein da. A educação corporativa e suas contribuições para o desenvolvimento humano. 2011. 377 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

SOUZA, Paulo Renato. Educação, economia e sociedade: um mundo novo e uma nova educação. In: EBOLI, Marisa ... [et al.]. (Orgs.). Educação corporativa: fundamentos, evolução e implantação de projetos. São Paulo: Atlas, 2010, p.15.

STRECK, Danilo R.;REDIN Euclides; ZITKOSKI, Jaime J.(Orgs.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

TIDD, Joe; BESSANT, John; PAVITT, Keith. Gestão da inovação. Tradução de Elizamari Rodrigues Becker... [et al.]. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1373

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000