Gerencialismo y políticas penales

José Ángel Brandariz García

Resumo


As relações – nem sempre harmônicas – entre segurança e direitos no âmbito da Política criminal experimentam uma redefinição com a progressiva penetração do gerencialismo e do atuarialismo neste campo das políticas públicas. Não em vão, tais racionalidades conformam modelos de garantia da segurança que operam em linguagens alheias e distantes ao léxico da liberdade e dos direitos. O presente texto analisa a progressiva penetração do gerencialismo e do atuarialismo no âmbito da Política criminal, abordando as circunstâncias que têm favorecido a sua difusão e os âmbitos nos quais se encontra presente atualmente. Junto a isto, o texto reflete sobre como confrontar criticamente uma racionalidade securitária de tais características, frente a qual a linguagem dos direitos como limite do poder punitivo se mostra insuficiente.

 


Palavras-chave


Gerencialismo; Atuarialismo; Política criminal; Direitos; Segurança.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2226

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista REDES - ISSN 2318-8081

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Canoas/RS Cep: 92.010-000.

Prédio 6.


Indexadores


DiadorimDOAJLatindexDialnet
Google Academicos
CiteFactorOCLCCrossrefPeriódicos
BASESumários