A maldição da grandeza: uma resenha crítica da obra “The curse of bigness: antitrust in the new Gilded Age”, de Tim Wu

José Luiz de Moura Faleiros Júnior

Resumo


A ascensão de poucas grandes empresas que exploram atividades empresariais na Internet ao patamar de “impérios da comunicação” foi apontada, com pioneirismo, por Tim Wu, renomado Professor da Universidade de Columbia, que, em “The Curse of Bigness”, defende que os governos devem fazer cessar a autorregulação e intervir, por legislações antitruste, para cindir gigantes da tecnologia como Google, Facebook e Amazon, a fim de restaurar o dinamismo e promover a inovação. O objetivo primordial desta resenha é apresentar a mais recente obra de Tim Wu, sob viés crítico, a partir do contraste que permeia o direito econômico à luz da inexorável presença da tecnologia e da ponderação de valores concernentes ao intervencionismo regulatório estatal quanto à invocação de leis antitruste – especialmente, no caso da obra em análise, o Sherman Act norte-americano. Na análise crítica propugnada em sintonia com a metodologia empregada por Wu no curso de seu texto, apontar-se-á, por derradeiro, a necessidade de observância estrita da garantia de direitos fundamentais nos meandros do porvir.


Palavras-chave


Liberdade econômica; Legislação antitruste; Sherman Act; Impérios da comunicação; Tim Wu

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/redes.v9i1.7562

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista REDES - ISSN 2318-8081

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Canoas/RS Cep: 92.010-000.

Prédio 6.


Indexadores/Catálogo


DiadorimLatindexDialnet
BASEISSN

 

<!-- Histats.com