Violência contra a mulher: ação clínica na prevenção em saúde

Ellen Fernanda Silva, Suely Emilia Barros Santos, Wanessa da Silva Gomes, Ana Maria de Santana

Resumo


Trata-se de um estudo sobre a ação clínica de psicólogos voltada para a prevenção em saúde, ressaltando o fenômeno da violência contra a mulher. Para tanto, foi realizada uma revisão bibliográfica com o uso da estratégia PICO. Inicialmente, apresentamos uma compreensão sobre o sentido da clínica na perspectiva fenomenológica existencial. Em seguida, informamos sobre prevenção em saúde no cerne da ação clínica psicológica voltada ao fenômeno da violência contra a mulher. Nessa perspectiva, ressaltamos a importância de repensar a prática psicológica em direção à prevenção de agravos ao sofrimento humano em situações de violência. A intervenção do psicólogo pode viabilizar o atendimento individual ou grupal às mulheres e aos seus familiares, no sentido de compreender e acolher o seu sofrimento e suas repercussões no viver cotidiano; bem como consolidar os laços sociais e comunitários.


Palavras-chave


Ação Clínica; Fenomenologia Existencial; Prevenção; Saúde; Violência Contra a Mulher.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v7i2.3965

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000