Percepções de idosos acerca da sexualidade e possíveis limitações

Sandra Mara Ferreira Nunes, Glaukus Regiani Bueno, Fernanda Shizue Nishida, Mateus Dias Antunes

Resumo


Introdução: nos últimos anos é possível observar um aumento da expectativa de vida que resulta em diversas mudanças no perfil demográfico. Nesta perspectiva, surgem maiores vulnerabilidades resultados de lacunas acerca da sexualidade do idoso. A educação em saúde constitui-se um relevante instrumento para reverter este cenário. Objetivo: verificar o conhecimento dos idosos de um determinado grupo sobre a sexualidade e suas práticas na vida cotidiana, bem como possíveis limitações sobre o tema. Materiais e métodos: os processos metodológicos utilizados caracterizaram-se por uma abordagem quantitativa, de caráter descritivo de amostra não probabilística por conveniência de idosos que pertencem a uma unidade básica de saúde, da cidade de Loanda, Paraná. Os dados obtidos através de questionário sociodemográfico estruturado e posteriormente tratados. Resultados: os idosos possuem vida sexual razoavelmente ativa, considerada por eles como importante, porém a prevenção não é constante, não procuram sanar suas dúvidas e não contam com programa de educação em saúde. Conclusão: pesquisa mostrou a importância da educação em saúde do idoso, assim como do enfermeiro enquanto e educador.


Palavras-chave


Sexualidade; Saúde do Idoso; Terceira Idade; Doenças Sexualmente Transmissíveis; Enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v9i1.6369

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000