Fatores de saúde pública, individuais e socioeconômicos que influenciam a mortalidade por tuberculose no Brasil

Suzana Quinet de Andrade Bastos, Bruno Silva Moraes Gomes, Ana Carolina Campos

Resumo


O trabalho busca analisar os fatores socioeconômicos, de saúde pública e individuais que influenciam a mortalidade por tuberculose nos municípios brasileiros. O resultado da estimação por Mínimos Quadrados Ordinários (MQO) mostra que a pobreza, educação, casos de HIV e AIDS mostraram forte ligação com a mortalidade da tuberculose e a Atenção Básica mostrou ser um fator importante para seu controle. Assim, a busca por um maior nível educacional e por uma menor desigualdade social deve ser acometida aos formuladores de políticas públicas. Além disso, é preciso uma melhor comunicação entre o Programa Nacional de Controle da Tuberculose e o Programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, visando o controle das doenças e da coinfecção junto à tuberculose bem como um avanço da imunização da doença.


Palavras-chave


tuberculose; saúde; mortalidade; método

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v9i3.6764

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000