A ética e a formação do EU sob a perspectiva de G. H. Mead: algumas considerações introdutórias

Cledes Antonio Casagrande

Resumo


A interrogação acerca dos supostos da individuação humana, do reto juízo moral e do agir prático é recorrente no âmbito da filosofia e da teoria da educação. Partindo disso, queremos apresentar, neste artigo, algumas das contribuições teóricas de George Herbert Mead, autor pouco conhecido no meio acadêmico brasileiro. Para tal, tomamos como horizonte de análise a seguinte questão: como é compreendida a formação do ‘si mesmo’ (self) na teoria de G. H. Mead e qual sua correlação com a ética? Veremos que, para esse autor, o processo de formação do eu enquanto ‘si mesmo’ remete à individuação social. A emergência de uma identidade individual somente é possível mediante a interação e a participação efetiva na vida da comunidade. Nesse mesmo sentido, a configuração da capacidade do julgar prático pressupõe considerar a inserção do indivíduo num processo de formação que lhe garanta a competência de, ao emitir um juízo moral, levar em conta os interesses de todos os envolvidos na questão.

Palavras-chave: Identidade; Self; Ética; Educação.

Abstract

The question about the hypothesis of human individuation, the right moral judgment and the practical act are recurrent in the field of philosophy and education theory. From this perspective, we present in this paper some theoretical contributions of George Herbert Mead, a little known author in the Brazilian academic circles. For this reason, we have taken as an analysis horizon the following question: How is the formation of the self understood in the theory of G.H. Mead? And what is its correlation to ethics?  We are going to see that the process of formation of the ‘I”, while self, leads to the social individuation, according to this author. The emergency of an individual identity is only possible through the interaction and effective participation in the life of the community. In this same sense, the configuration of the capacity of practical judgment means to consider the insertion of the person in a formation process which guarantees him/her the competence, by emitting a value judgment, to take into consideration the interest of people involved in the question.

Keywords: Identity; Self; Ethics; Education.

Palavras-chave


Identidade; Self; Ética; Educação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/185

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex