A concepção coletiva da justiça como equidade de John Rawls

Willber Nascimento, Ranulfo Paranhos, Denisson Silva

Resumo


Pode-se observar que parte da crítica comunitária à concepção de justiça em John Rawls centra-se na relação entre indivíduo e sociedade presente em Uma teoria da Justiça. O objetivo deste trabalho é, a partir da crítica comunitária a Rawls, apresentar o modelo que ele desenvolve em Uma Teoria da Justiça, buscando dar relevo ao forte componente coletivista de sua formulação teórica. Para fins de organização, construímos o texto visando discutir e responder os seguintes questionamentos: O que Rawls entende por Justiça? A Teoria da Justiça prescinde da comunidade? Existe um conflito entre indivíduo e sociedade nesse contexto? Qual a importância desse debate para a validade externa do modelo teórico e institucional rawlsiano?


Palavras-chave


John Rawls; Uma teoria da Justiça; Comunitaristas; Teoria da Justiça Coletiva

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1915

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex