Marx, Keynes e Lucas: distinções e afinidades

Lucas Trentin Rech, Vinicius Ferreira Lins

Resumo


Este artigo trata de três pensadores econômicos, formadores e/ou reformistas, de diferentes escolas pertencentes à ciência econômica. Procura-se entender o escopo metodológico em que cada autor está inserido e demonstrando as divergências entre eles, busca-se a formulação de um critério que torne a comparação entre os distintos autores possível. O trabalho pretende distinguir “economia monetária” e “economia capitalista, além de demonstrar as diferenças entre as “expectativas racionais”’ de Lucas e a “incerteza” Keynesiana. Não só tratando de diferenças persegue-se, também, a descoberta de elementos que possam aproximar os autores, tais como alguns traços teóricos de Keynes que aproxime-o da escola neoclássica.

 


Palavras-chave


Marx; Keynes; Lucas; Metodologia; Conceitos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2238-9024.15.10

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex